Contabilidade para Corretores de Imóveis e Seguros

Os Corretores de Imóveis podem atuar tanto como pessoa física quanto como pessoa jurídica e em ambos os casos é obrigatório que tenham registro no Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) órgão que garante que o corretor esteja operando de acordo com a lei e tenha uma reputação confiável, além de trazer mais vantagens e chances de aprimoramento profissional. O Creci Físico é usado para corretores autônomos enquanto o Creci Jurídico aplicável tanto para corretores que operam sob uma entidade jurídica quanto àqueles que desejam abrir uma imobiliária.
 
Para Corretores de Seguro é obrigatório que o profissional tenha registro na Susep (Superintendência de Seguros Privados) e é possível atuar como pessoa física ou jurídica. Devido a diversidade do mercado muitos corretores preferem atuar como pessoa jurídica, pois há possibilidade de prestarem serviços para mais de uma seguradora além da possibilidade de terem suas próprias empresas.
 
Vale ressaltar que a lei brasileira proíbe que os corretores sejam MEI (Microempreendedor Individual), neste caso, as opções são: Empreendedor Individual (EI) ou Sociedade Unipessoal Limitada (SLU) voltado àqueles que desejam operar de forma independente e Empresa Limitada (LTDA) para o corretor que planeja estabelecer uma parceira comercial com um ou mais sócios.
 
Para os corretores que atuam como pessoa física os impostos variam entre:
 
IRPF: É um imposto com alíquota que varia de 0% a 27,5% e não tem limite máximo.
INSS: É uma contribuição previdenciária com taxas que variam de 7,5% a 20%.
ISS: É um imposto sobre serviços que é retido quando o prestador de serviço não está registrado na prefeitura da cidade. A taxa varia de 2% a 5%, dependendo do município.
Já no caso do profissional que opte por atuar como pessoa jurídica é possível se enquadrar no Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real. Para quem está iniciando o mais comum é os corretores aderirem ao Simples Nacional, onde é possível tributar dentro do Anexo III, variando as alíquotas entre 6% a 33%.
 
A contabilidade torna-se essencial para os corretores desde o início de suas atividades, pois é necessária fazer a legalização dentro da Junta Comercial, bem como atualizar os registros em conselho e abertura de contas bancárias comerciais. É na fase de abertura da empresa que é definido o regime tributário mais adequado.
 
A Newcont oferece um serviço especializado para corretores que vai além da contabilidade tradicional, nós trabalhamos com planejamento tributário visando redução dos impostos, assistência na emissão de notas fiscais, abertura do CNPJ, elaboração do balanço e fechamento anual e regularização junto ao órgão da categoria.

Deixe sua mensagem!

Entraremos em contato o mais breve possível!

Abra sua empresa!

Juntos trabalharemos pelo seu sucesso!

Migre sua empresa!

Tenha um escritório de contabilidade confiável ao seu lado!

Trabalhe Conosco

Faça parte da nossa equipe competente!

Anexar Currículo

Escolher Arquivo Nenhum arquivo selecionado

Dados Pessoais

Escolaridade

Cursos


Idiomas

Experiência Profissional

Pretensões